Sobre nós

Fundada em junho de 2009 pela a Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Aracatiaçu. A Cultura FM é um sistema de radiodifusão comunitária, operando na freqüência 105,9 MHz, para Aracatiaçu e toda região leste do município de Sobral.

Estamos localizado na Rua Padre Pedro Rocha nº 23, Centro Aracatiaçu Sobral – CE Telefone: (88) 3615.6053 / 3615.6142

Últimas Notícias

Tasso anuncia licença e Feitosa assume Senado de olho na liderança da União Brasil no Ceará

Pela primeira vez em quase 13 anos que exerceu mandato de senador (entre 2003 e 2009 e entre 2015 e hoje), Tasso Jereissati resolve licenciar-se e deixar a vaga para o suplente. No caso, o empresário Chiqinho Feitosa, presidente do DEM no Ceará. O movimento tem forte relação com a pré-candidatura a presidente de Eduardo Leite nas prévias do PSDB e o controle no Ceará da sigla que vai surgir com a fusão DEM-PSL, batizada de União Brasil.

Ao se tornar senador, Feitosa reforça suas posições para liderar no Ceará aquele que tende a se tornar o maior partido do Brasil. Um interlocutor disse ao Focus que a União Brasil ficará no controle do novo senador. “Há o compromisso do ACM Neto, do DEM, e do Antônio de Rueda, do PSL, para que Chiquinho comande a sigla localmente”.

Caso esse quadro se configure, será frustrada a articulação do deputado federal Capitão Wagner de liderar a nova sigla no Ceará. Ao Focus, Wagner, que deverá se candidatar ao Governo do Ceará em 2022, confirmou que está no movimento para formar o novo partido.

A informação da licença de Tasso foi noticiada pelas redes sociais do Grupo Jangadeiro. “Eu mesmo vou tirar licença em novembro e gostaria de acompanhar a reconstrução do partido, juntamente com cada um de vocês”, afirmou Tasso durante ato de apoio do PSDB Ceará ao Eduardo Leite, realizado nesta quinta-feira, 14.

Na fala na qual comunicou sua licença, o tucano não entrou nas questões políticas do Ceará e explicou que sua decisão é para fortalecer o PSDB no Ceará e apoiar o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, na disputa presidencial.

“Nós vamos andar em cada município, fazer um levantamento de quem tem o coração com a gente e quem está insatisfeito com os rumos que o País e o Estado vivem. Nós vamos, de município em município, reconstruir nosso partido”, explicou.

(Focus.jor)

Nenhum comentário