Municípios do Ceará negam aplicação de doses vencidas da vacina Astrazeneca contra Covid-19

Prefeituras de municípios do Ceará que receberam vacinas da Oxford/Astrazeneca contra a Covid-19 negam que tenham aplicado as doses fora do prazo de validade dos lotes. Um levantamento do G1 mostra que cerca de 26 mil pessoas no Brasil podem ter sido afetadas com o vencimento das vacinas. Veja abaixo o que dizem os governos municipais de algumas cidades cearenses.

O G1 teve acesso a um levantamento baseado no cruzamento de dados oficiais do governo federal, onde aponta que ao menos 26 mil pessoas podem ter recebido doses vencidas da vacina Astrazeneca. O trabalho dos pesquisadores Sabine Righetti, da Unicamp, e Estêvão Gamba, da Unifesp, foi publicado nesta sexta-feira (2) pelo jornal "Folha de S. Paulo".

O estudo aponta que 60 municípios cearenses teriam aplicado doses dos lotes vencidos. Entre elas, Potengi, Fortaleza e Guaraciaba do Norte seriam as mais afetadas com 173, 63 e 60 vacinas aplicadas após o prazo, respectivamente. No estado todo o número chegaria a 710 vacinas, sendo 419 do lote 4120Z005, 290 do lote CTMAV505 e uma do lote 4120Z001.

Fortaleza

A Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza (SMS) informa que distribui a vacina contra a Covid-19 de forma rápida para os centros de vacinação, a partir do recebimento, não armazenando por longo período as doses na Rede de Frio Municipal. Em relação aos 63 casos citados como possíveis aplicações fora do prazo de validade, a SMS ressalta que pode ter ocorrido alguma inconsistência no sistema ou erro de digitação.

O lote 4120Z005 ASTRAZENECA/OXFORD foi recebido entre os dias 25 de janeiro e 10 de fevereiro, e distribuído até o dia 14 de fevereiro para os centros de vacinação. A SMS ressalta que o frasco da vacina Covishield (Fiocruz) de 10 doses, distribuído naquele período, após aberto deve ser consumido em até 6h, o que impossibilita que ele tenha permanecido nos centros de vacinação após sua validade, em 14 de abril de 2021.

Já o lote CTMAV505 - ASTRAZENECA/OXFORD, onde consta um único caso de possível erro, teve sua total distribuição para os centros de vacinação em 12 de maio, o que também inviabiliza o consumo após o dia 31 de maio, data da sua validade, tendo em vista o prazo para utilização após a abertura do frasco.

Potengi

O secretário da saúde de Potengi, Francisco Marques, disse que a informação inicial recebida da regional de saúde é que o município devia aguardar informações da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) sobre como agir. (Veja abaixo o que o órgão informou).

Porém, a informação preliminar é de que, no sistema, o lote CTMAV505, com vencimento em 31 de maio de 2021, estaria com validade para 31 de maio de 2022, ou seja, o erro estaria no rótulo.

“A informação que a gente tem é que, apesar da impressão do rótulo estar a data do mês cinco, ano 21, no [Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde] Sies, que é o sistema de informação, consta que esta data é de 2022. Erro de impressão no rótulo”, informou o secretário municipal.

Icó

A Prefeitura de Icó informou que, diante dos dados que constam nos registros oficiais do Ministério da Saúde sobre as mais de 700 doses vencidas da vacina AstraZeneca, aplicadas em 60 municípios do Estado do Ceará, que a maioria das doses aplicadas, de acordo com as informações do MS, corresponde ao lote do Instituto Serum, identificado como “4120Z005”, vencido no dia 14 de abril.

O Município garante que aplicou 34 doses do lote correspondente entre 28 de janeiro e 5 de fevereiro, período dentro da validade das vacinas.

Assaré

O governo municipal de Assaré informou que tem “segurança que nenhuma vacina foi administrada fora do prazo de validade”. A Prefeitura revela que, ao receber doses novas, não estoca as vacinas, programando imediatamente momentos de vacinação.

A Prefeitura esclarece também que cada cidadão vacinado no município pode averiguar o lote do imunizante, com a data de vencimento no cartão de vacina e conferir com a data que tomou o imunizante.

Secretaria estadual garante normalidade

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) garante que não distribuiu vacinas fora da validade. O órgão informa que recebeu dois lotes de imunizantes contra a Covid-19 que possivelmente passaram da validade, mas desde que recebeu as primeiras doses, no dia 18 de janeiro de 2021, o estado tem distribuído os imunizantes a todos os 184 municípios com logística desenvolvida por meio de aviões, helicópteros e caminhões.

A Sesa controla o envio das vacinas até sair do Central de Armazenamento e Distribuição (Ceadim) do Estado e orienta os municípios sobre a validade das vacinas.

Confira as datas de recebimento e distribuição dos lotes:

4120Z005 ASTRAZENECA/OXFORD

Recebido: 23 de janeiro de 2021

Vencimento: 14 de abril de 2021

CTMAV505 - ASTRAZENECA/OXFORD

Recebido: 26 de março de 2021

Vencimento: 31 de maio de 2021

O Ministério da Saúde informou que houve um erro na embalagem das doses da Vacina SARS-COV2 - Laboratório AstraZeneca (Lote: CTMAV505). Apesar de as doses terem vindo direto do laboratório produtor (AstraZeneca), na embalagem primária e secundária consta vencimento em 31/05/2021. No entanto, nas notas de fornecimentos do SIES o prazo de validade está 31/5/2022. A informação da Rede de Frio Nacional é de que a validade correta é 31/05/2022.

(G1 CE)

SOBRE A: CULTURA FM

Fundada em junho de 2009 pela a Associação Comunitária de Comunicação e Cultura de Aracatiaçu. A Cultura FM é um sistema de radiodifusão comunitária, operando na freqüência 105,9 MHz, para Aracatiaçu e toda região leste do município de Sobral.

0 Comentários :

Postar um comentário